Novidade
Capa » A CIDADE

A CIDADE

Miguel Alves foi elevado a categoria de município através da Lei n/1,088, de 24 de maio de 1912.

Localização:
Situada na mesorregião e microrregião de Teresina com uma área total de 1.419 Km2, ficando a 115 km de distancia da capital tendo como rodovias de acesso a Pi – 112 e Pi – 110.

Limites: Ao norte – Porto – PI e Estado do Maranhão; ao Sul – União, Lagoa Alegre, Cabeceiras; Ao leste – Nossa Senhora dos Remédios e Barras e ao Oeste – estado do MARANHÃO.

Coordenadas Geográficas: – A sede do município tem sua posição geográfica a 50 metros de altitude pelo paralelo: latitude- 4º 09’ 56 – Sul e Longitude – 42° 53’ 4; Oeste.

Clima: O clima é tropical semi-árido, quente, com duração do período seco de seis meses. Temperatura máxima de 37° e mínima de 22° C.

Hidrografia: – O principal curso d’água Rio Parnaíba, Lagoas; Riachão, Salina, Almas, Curtume, Caraíbas, Conceição, Porta; Riachos: Tamanduá, Arara, Ameixa, Riachão das Piranhas e Riachão de Fora.

Solos: – Predominam solos pouco desenvolvidos, geralmente profundos, arenosos, bem drenados, ácidos e de baixa capacidade de retenção de unidade e fertilidade natural (areias quartzosas).

Vegetação: A cobertura vegetal primitiva do município é em sua maior parte caracterizada pela floresta estacionária semidecidual com babaçu.
A coleta de lixo é realizada diariamente na zona urbana e depositando–o em aterro sanitário municipal.

População: A população é cerca de 32.178 habitantes, cujo crescimento na década de 70/80 correspondeu 1,24% da população total do Estado.

Transportes: Os serviços de transporte do município estão sob a responsabilidade da empresa de ônibus Trans Lopes, fazendo linhas regulares de Teresina/ Miguel Alves/ Teresina via União e empresa J. Araújo que faz linha Miguel Alves/ Teresina via José de Freitas e Lagoa Alegre como também por transporte alternativos.

Saúde e Saneamento: Na área de Saúde o Município de MIGUEL ALVES possuem o sistema de saúde destruído na zona urbana e rural sob a direção das esferas estadual e municipal.

A infra-estrutura de saúde é constituída pelo Hospital local Pedro Vasconcelos, a nível estadual, que possue 35 leitos e um corpo médico composto de 05 clínicos gerais. Acrescido pelo centro de saúde Hamilton Azevedo e o Centro de Saúde Mariano Maia a nível municipal. Especialidades clínicas em cardiologia, ginecologia e obstetrícia.

Abastecimento d’água: O sistema de abastecimento é administrado pela Empresa Água e Esgotos do Piauí S/A, AGESPISA, dispondo de 01(um) reservatório com capacidade de armazenar 100m3 com tratamento feito à base de clorocal e sulfato de alumínio.

A Prefeitura é responsável na zona rural de 30 poços e 15 chafarizes e na zona urbana por 02 chafarizes e 05 poços com eletrobombos.

Energia elétrica: Os serviços de energia elétrica do município são executados e operacionalizados pela CEPISA – Companhia de Energia Elétrica do Piauí S/A. Segundo informações da Prefeitura, a rede elétrica disponível no município não atende complemente à demanda, existindo ainda um déficit na cobertura desse serviço à população.

Meio Ambiente: Existência do Programa de Reflorestamento e Preservação das Margens do Rio Parnaíba.

Convenio: Prefeitura/ Ministério do Meio Ambiente.

Objetivando a implantação de um viveiro de Produção de Mudas Florestais para reflorestamento das margens do rio Parnaíba com uma extensão de 10 km – total realizado – foram plantados 11.400 mudas

Comunicação: Correios, EBCT – Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos com uma agencia de serviços.
Telefonia – as comunicações telefônicas são administradas pela OI/TELEMAR com antena receptora de telefonia móvel. Rádio Difusão/ TV/ Jornal – com 03 emissoras: Am Tapuio, FM Pontual e FM São Miguel . Repetidores da Globo, SBT e Bandeirantes.